A importância do piso ideal na baia dos cavalos – Seus tipos e materiais

Todos os criadores/ proprietários de animais se preocupam com seu bem-estar. Sua dieta cautelosa, seus exercícios regulares, gastando valores consideráveis para que suas estruturas atendam os padrões ideais de saúde e conforto.

QUE TIPO DE PISO USAR NAS BAIAS 2

Para que seu corpo e mente possam funcionar bem durante o dia, uma das necessidades vitais é o sono. Abreviando nossa conversa, ter uma boa noite de sono é essencial os equinos tanto quanto para nós, homens. Já pensou dormir naquele colchão que te faz acordar com dores terríveis na coluna? Não importa o quão boa seja a roupa de cama, o que faz a diferença é o que está abaixo dela.

QUAL MELHOR PISO PARA BAIA DE CAVALO 2

Além da importância de uma boa noite de sono, muitos animais passam a maior parte do seu dia dentro das baias, seus pés e pernas podem ser prejudicados ou beneficiados dependendo do tempo e dinheiro que você investir em seu piso. Nosso objetivo é fornecer informações sobre os tipos de piso para baias, mas nenhuma dessas informações dispensa a ajuda de um profissional especializado que irá levar em conta características particulares da sua cocheira/ trato/ terreno e drenagem.

horse legs stall

Duas categorias principais definem os tipos de piso: Permeáveis e Impermeáveis. Ao optar pela primeira categoria deve-se levar em conta uma fundação com areia/ carvão/ cascalho entre outros materiais para ajudar no movimento da água para baixo. Na segunda opção, deve-se ter um sistema de drenagem auxiliar com inclinações e drenos para que a urina/água possam correr para fora da baia.

arquitetura haras hipicas e fazendas

Características do piso ideal:

  • Deve ser confortável para as pernas do animal, ajudar a diminuir a tensão nos pés e tendões.
  • Seco, enxuto, sem segurar a umidade
  • Não deve reter odor
  • Anti-derrapante, para incentivar o cavalo a se deitar sem medo de escorregar
  • Durável, resistente aos impactos do casco do animal
  • Baixa manutenção
  • Fácil de limpar

QUAL MELHOR PISO PARA BAIA

Piso natural– A princípio esta parece ser a solução mais prática e econômica. Porém, é preciso ser cauteloso,pois drenagem e durabilidade dependem das propriedades do terreno. Alguns tipos de solo podem resistir drenagem e resultar na lama ou poças enquanto outros podem tornar-se secos e poeirentos.  Um betão pode ser usado na porta da baia para “desencorajar” buracos.

Piso com brita e bidim – São colocadas duas camadas de brita, a primeira a 90cm abaixo do nível do piso com 30cm de brita n°03, a segunda camada  logo acima com 30cm de brita n°02, após a segunda cama segue uma manta de bidim e para finalizar 30cm de areia e terra na proporção 1:2. Certifique-se de que todas as camadas estão bem compactadas. Há que se ter cuidado ao fazer este piso, se não compactado corretamento podem desenvolver desníveis (buracos) e misturar pequenas pedras com a cama.

Piso com carvão vegetal – Semelhante ao piso com a brita, também deve ser escavado em 90cm, seguindo a ordem de 30cm de brita n° 03 (para drenar), 20cm de carvão vegetal (que ajuda a evitar o mal cheiro), e 40cm de areia lavada bem campactada. Após a execução é recomendável molhar completamente o chão compactando-o novamente e deixar secar por 24 horas, após este tempo verificar se ainda existem quaisquer buracos ou depressões e preenche-los.

Piso de concreto- Este tipo de piso é um dos mais comuns, devido a sua durabilidade e fácil manutenção. Ao optar pelo concreto é necessário se atentar para que não seja muito liso a ponto do animal escorregar e nem tão rugoso a ponto de se tornar abrasivo. Deve ser acompanhado de uma inclinação para sistema de drenagem. Entre suas desvantagens estão a retenção de urina (não absorve) na cama, forte impacto nos tendões dos cavalos, precisa de mais quantidade de cama para se tornar confortável.

Piso de borracha- Variam de acordo com o fabricante em espessura, durabilidade, textura, etc. É um material nobre que não tem produz poeira, trás um conforto maior para as pernas dos animais e tem as propriedades antiderrapantes que deixam a baia mais segura. Porém, os animais tendem a se sentir mais ambientados com produtos naturais, encontrados nos campos e pastos.

COMO FAZER PISO PARA BAIA DOS CAVALOS

 Quer ver mais artigos sobre arquitetura equestre? Confira o site oficial sobre o tema:  http://www.arquiteturaequestre.com.br/

5 Thoughts on “A importância do piso ideal na baia dos cavalos – Seus tipos e materiais

  1. Obrigado pelas dicas..

  2. glaucia garcia on 11/09/2016 at 14:10 said:

    maravilhoso trabalho desenvolvido.

  3. Benedito Cesar on 14/06/2017 at 18:55 said:

    Poderia confirmar se o carvão Vegetal deve ficar entre a brita e a areia?
    Pois vi outra matéria que o carvão ficaria em baixo e a brita, entre o carvão e a areia. Me ajudem com essa dúvida!!

    • DianaBrooks on 23/06/2017 at 09:32 said:

      Primeiro carvão depois a brita e por fim a areia. Entre a brita e a areia não se esquecer da camada de bidim (para que elas não se misturem). Certifique-se de que todas as camadas estão bem compactadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post Navigation